As Novas Ações Coletivas e a Crise do Modelo Sindical Corporativista

Código: ME7753 Marca:
R$ 30,00
até 6x de R$ 5,52
ou R$ 29,10 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 30,00 sem juros
    • 2x de R$ 15,35
    • 3x de R$ 10,47
    • 4x de R$ 8,03
    • 5x de R$ 6,53
    • 6x de R$ 5,52
  • R$ 29,10 Boleto Bancário
  • R$ 30,00 Entrega
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Autoria: João Alfredo Costa de Campos Melo Junior

Editora: Fino Traço Editora
ISBN: 9788598885933
Páginas: 128
Publicação: 2010  1º Edição
Encadernação: Brochura

Sinopse

Este livro prioriza a análise das ações coletivas, em especial no contexto do Sindicato dos Eletricitários de Minas Gerais (Sindieletro). Como foco principal elegeu os cursos de Qualificação Profissional e Formação Cultural o projeto de energia renovável na cidade de Betim, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

“O sindicalismo no Brasil, nos anos mais recentes, vem passando por inúmeras transformações. Historicamente, a partir do final dos anos 1970, com o surgimento do novo sindicalismo e a fundação da Central Única dos Trabalhadores (CUT) o movimento sindical no Brasil assumiu papel fundamental na cena política brasileira, naqueles anos de intensa mobilização política pela redemocratização do país.”

Sumário

Introdução

 

CAPÍTULO 1

O mundo do trabalho em crise e os impactos no sindicalismo internacional

 

A ação coletiva e seus intérpretes

 

A Escola de Chicago e a inauguração das teorias sobre ação coletiva

 

As abordagens clássicas marxistas sobre as ações coletivas

 

Claus Offe e as novas abordagens marxistas sobre as ações coletivas

 

A ação coletiva sob a perspectiva sociohistórica de Charles Tilly

 

A ação coletiva sob a perspectiva de Mancur Olson

 

As transformações no trabalho e nas ações coletivas sindicais

 

CAPÍTULO 2

Interpretações sobre o sindicalismo no Brasil

 

Primeiro Momento: os sindicatos sob fogo cerrado – a ditadura militar e o novo sindicalismo

 

A eclosão do Novo Sindicalismo em Minas Gerais

 

O segundo momento: a década de 1990 e a instabilidade sindical

 

CAPÍTULO 3

 

O Sindicato dos Eletricitários de Minas Gerais no contexto do sindicalismo cidadão

 

A construção de um projeto sindical alternativo: o sindicalismo cidadão

 

Educação operária e sindical: uma educação cidadã

 

Plano Nacional de Qualifi cação Profi ssional da CUT: uma concepção de educação aliada às novas opções metodológicas

 

O Sindieletro e a construção de uma agenda sindical cidadã

 

Por uma educação operária e integrada: as incursões do Sindieletro no campo educacional

 

O Sindieletro e a construção de uma matriz energética alternativa: alguns apontamentos

 

CAPÍTULO 4

Descobrindo novas possibilidades de luta: a unificação sindical e a construção de um Sindieletro mais forte

 

A fusão sindical como uma resposta organizatória radical

 

“É hora de recomeçar!” As experiências do Sindieletro no campo da unificação sindical

 

Considerações finais

 

Seria mais uma crise do movimento sindical, ou seu último suspiro?

 

Referências bibliográficas

Produtos relacionados

R$ 30,00
até 6x de R$ 5,52
ou R$ 29,10 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PagHiper
Selos
  • Site Seguro

Fino Traço Editora - CNPJ: 07.028.685/0001-23 © Todos os direitos reservados. 2022