Operários do Patrimônio: práticas e lutas nos canteiros da memória (anos 1940-1960)

Frete Grátis
Código: SPMZAB25Q Marca:
R$ 85,00
até 6x de R$ 15,65
ou R$ 82,45 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: 30 dias úteis
    • 1x de R$ 85,00 sem juros
    • 2x de R$ 43,51
    • 3x de R$ 29,68
    • 4x de R$ 22,77
    • 5x de R$ 18,52
    • 6x de R$ 15,65
  • R$ 82,45 Boleto Bancário
  • R$ 85,00 Entrega
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Autoria: Brenda Coelho Fonseca

Editora: Fino Traço Editora
ISBN: 978-85-8054-475-6
Páginas: 410
Publicação: 2022  1º Edição
Encadernação: Brochura

Sinopse

Este estudo busca desmanchar camadas de sentidos para enxergar aquilo que a consagrada percepção estética modernista tanto ofuscou. Isso é feito por meio de uma operação historiográfica precisa no acervo documental das obras do SPHAN em Diamantina. Para descobrir os modos como operam os sujeitos construtores do patrimônio, é para o canteiro dessas obras que a autora se desloca, mudando a perspectiva do olhar para o patrimônio, tornando ali o centro dos acontecimentos. As genuínas inquietações da pesquisadora formada na lida do campo do patrimônio, a colocaram diante de um desafio teórico-metodológico sui generis. Seu trabalho captura uma interseção inédita entre três campos de estudos, ao inter-relacionar o campo de investigação do patrimônio e suas políticas no Brasil com os estudos de cultura visual, e também do mundo do trabalho.

Sumário

Lista de Imagens
 

Lista de Tabelas
 

Lista de Siglas
 

Agradecimentos
 

Apresentação
 

Introdução
 

Capítulo 1

Imagens de um patrimônio: a fachada consagrada e eternizada de Minas Gerais

1.1 Espaços de consagração do patrimônio histórico e artístico nacional

1.2 Imagens do patrimônio mundial: a representificação de um “passado verdadeiro”

1.3 Imagens impressas: o patrimônio consagrado nas publicações institucionais
 

Capítulo 2

Por dentro das fachadas: os canteiros do patrimônio em construção

2.1 Traços das rotinas e dos procedimentos nos canteiros das obras

2.2 Os canteiros do patrimônio como lugares praticados
 

Capítulo 3

A construção dos operários do patrimônio

3.1 A DPHAN e a consolidação das rotinas e dos procedimentos institucionais

3.2 As relações trabalhistas na DPHAN

3.3 O fazer-se do operário do patrimônio
 

Capítulo 4

Imagens que exigem: os operários do patrimônio nos canteiros da memória

4.1 Os três tempos fotográficos das obras do patrimônio

4.2 O fotógrafo “Barnabé”: Assis Horta e seu olhar sobre os operários

4.3 Imagens-rastros das obras: os operários do patrimônio e a construção dos canteiros da memória
 

Considerações finais
 

Referências bibliográficas
 

Anexos

Anexo A - Operários que trabalharam nos canteiros do patrimônio em Diamantina nas décadas de 1940 a 1960

Anexo B - Edições da Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional sobre Minas Gerais

Anexo C - Edições das Publicações do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional sobre Minas Gerais

Anexo D - Termo entre SPHAN e Prefeitura Municipal de Diamantina para execução de obras públicas e particulares, 23/02/1943

Anexo E - Planta da Casa da Chica da Silva. Estudo para restauração da Capela de Santa Quitéria. Assis Horta, 1950

Produtos relacionados

R$ 85,00
até 6x de R$ 15,65
ou R$ 82,45 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: 30 dias úteis
Pague com
  • PagHiper
Selos
  • Site Seguro

Fino Traço Editora - CNPJ: 07.028.685/0001-23 © Todos os direitos reservados. 2022