Trabalho e Ação Coletiva nos Governos do PT: a atuação da CUT e da FS entre os anos 2003 e 2014

Código: 000580 Marca:
R$ 65,00
até 6x de R$ 11,97
ou R$ 63,05 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 65,00 sem juros
    • 2x de R$ 33,27
    • 3x de R$ 22,70
    • 4x de R$ 17,41
    • 5x de R$ 14,16
    • 6x de R$ 11,97
  • R$ 63,05 Boleto Bancário
  • R$ 65,00 Entrega
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Autoria: Ana Paula Fregnani Colombi

Editora : Fino Traço Editora
ISBN : 9786599156168
Páginas : 282
Publicação: 2020   1º Edição
Encadernação : Brochura

Sinopse

Vencedora do Prêmio ABET 2019, Ana Paula Fregnani Colombi publica, em livro, sua tese que alcança a seguinte questão: como e o que negociou o sindicalismo brasileiro quando o Partido dos Trabalhadores esteve no governo federal? Tomando CUT e Força Sindical como objeto, Ana Paula Fregnani Colombi analisa o modo como as centrais confrontaram o modelo de crescimento econômico com inclusão pelo consumo e seus efeitos contraditórios sobre o mercado de trabalho e os direitos trabalhistas. O primeiro mito que cai por terra com a leitura deste rigoroso trabalho de pesquisa é o de que o sindicalismo brasileiro não negocia. Outra qualidade do livro é tomar o sindicalismo como uma força política. A rigor, o livro evidencia a dimensão política e os efeitos da negociação nos espaços de diálogo social, mostrando os limites da estratégia de parceria social que, baseada na conciliação classes, freou a pauta sindical em torno do avanço dos direitos trabalhistas.

Sumário

Prefácio

 

Introdução

 

Capítulo 1: Emprego e dinâmica sindical nos governos petistas

1.1 Crescimento econômico, mercado e relações de trabalho

1.2 O avanço da flexibilidade laboral e a ação coletiva

 

Capítulo 2: As demandas econômicas na atuação da CUT e da FS

2.1 As reivindicações econômicas na concepção e prática CUTistas

2.1.1 O primeiros passos da parceria social

2.1.2 Coalizão sindical e participação propositiva

2.1.3 Os desafios para a permanência da estratégia de parceria social

2.2 A agenda econômica na concepção e prática da Força Sindical

2.2.1 Inflexão prático-discursiva na defesa da agenda econômica

2.3 Reflexões sobre a atuação sindical nos anos 2000

 

Capítulo 3: A luta pela regulamentação pública do trabalho na atuação da CUT e da FS

3.1 Os direitos trabalhistas na concepção e prática CUTistas

3.1.1 Os limites da parceria social

3.1.2 O poder de veto sindical

3.1.3 A parceria social sem diálogo

3.2 Os direitos trabalhistas na concepção e prática da Força Sindical

3.2.1 Ação parlamentar, pragmatismo e ambiguidade

3.3 Avanços e limites da estratégia de parceria social

 

Considerações Finais

 

Referências Bibliográficas

R$ 65,00
até 6x de R$ 11,97
ou R$ 63,05 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PagHiper
Selos
  • Site Seguro

Fino Traço Editora - CNPJ: 07.028.685/0001-23 © Todos os direitos reservados. 2022