Segurança pública no Brasil: uma análise institucional

Código: FA4657ZZJ Marca:
R$ 69,90
até 6x de R$ 12,87
ou R$ 67,80 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: 3 dias úteis
    • 1x de R$ 69,90 sem juros
    • 2x de R$ 35,78
    • 3x de R$ 24,41
    • 4x de R$ 18,72
    • 5x de R$ 15,23
    • 6x de R$ 12,87
  • R$ 69,90 Pix
  • R$ 67,80 PagHiper
  • R$ 69,90 Entrega
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Autora: Íris Gomes dos Santos
ISBN: 9788580545371
Páginas: 29 0
Publicação: 2023
Encadernação: Brochura

 

Sinopse

Esta obra buscou explicar o processo de mudança institucional no setor da segurança pública, observando sob quais condições de interação entre o cenário político, os atores e elementos endógenos das próprias instituições ocorrem mudanças ou dinamismo institucional. Trata-se de uma área que goza de notável estabilidade no que tange às suas instituições constitucionais, predominando elevada autonomia das burocracias policiais, sobretudo por estas serem atores institucionais com poder de veto. A pesquisa procurou responder à seguinte questão: como e por que, a despeito da estabilidade das regras constitucionais, mudanças institucionais foram alcançadas no campo da segurança no período compreendido entre 1989 e 2020? A hipótese principal defende que, num contexto marcado por múltiplos interesses e pontos de veto, a mudança institucional se caracteriza como de natureza gradual e lenta, uma vez que não se dá através de alterações ou emendamentos das macrorregras, mas a partir da ação de agentes políticos que exploram ativamente as lacunas e ambiguidades inerentes às instituições, interpretando a estrutura de constrangimentos e oportunidades de formas alternativas na direção de convertê-las para novas funções ou propósitos. Da identificação da estrutura de constrangimentos e incentivos latentes nas instituições em foco e do exame de emendas constitucionais (aprovadas, rejeitadas e arquivadas), bem como das leis criadas pós 1988 e das principais políticas públicas implementadas, observou-se que a circulação de novas ideias, decorrentes do amadurecimento de comunidades acadêmicas, e a articulação entre governos e intelectuais foram fatores importantes para a conformação de coalizões capazes de processar um movimento gradual de sofisticação nas políticas do setor. A continuidade dessas políticas, investimentos e estreitamento das relações intergovernamentais incorreram numa trajetória que configurou uma rota de conversão gradual e acabou forçando a criação de novas regras em nível intermediário, as quais se direcionaram exatamente para o preenchimento de lacunas constitucionais segundo novas lógicas de ação.

 

Sumá rio

Agradecimentos

Apresentação

Ludmila Ribeiro, Natália Sátyro

Introdução

Capítulo 1 - A Ênfase na Estabilidade das Instituições de Segurança: considerações sobre as categorias principais da literatura nacional

Capítulo 2 - Legado autoritário: uma nova abordagem para a sua compreensão

Capítulo 3 - Portas e janelas da Transição: fontes de ideias, permeabilidades e desequilíbrio institucional

Capítulo 4 - A dança das ideias no jogo político da Assembleia Nacional Constituinte e a inovação limitada

Capítulo 5 - Agência e estrutura no período democrático: redirecionando as políticas do setor

Considerações Finais

Referências bibliográficas

 

 

 

Produtos relacionados

R$ 69,90
até 6x de R$ 12,87
ou R$ 67,80 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: 3 dias úteis
Pague com
  • Pix
  • proxy-paghiper-v1
Selos
  • Site Seguro

Fino Traço Editora - CNPJ: 07.028.685/0001-23 © Todos os direitos reservados. 2024