Natureza da Ciência e Educação Científica: compreendendo a dimensão histórica e o papel da historicidade

Código: 2J2Z8J5WM Marca:
R$ 80,00 R$ 64,00
até 6x de R$ 11,78
ou R$ 62,08 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: 30 dias úteis
    • 1x de R$ 64,00 sem juros
    • 2x de R$ 32,76
    • 3x de R$ 22,35
    • 4x de R$ 17,14
    • 5x de R$ 13,95
    • 6x de R$ 11,78
  • R$ 62,08 Boleto Bancário
  • R$ 64,00 Entrega
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

ATENÇÃO – PRÉ-VENDA

*Este produto é uma PRÉ-VENDA. Os exemplares adquiridos começarão a ser enviados até 19/08/22. Você receberá uma notificação por e-mail assim que o livro for despachado.

** Se sua compra contém algum livro que não seja pré-venda, mas você gostaria de recebê-lo antecipadamente, sugerimos que compre-o separadamente. Caso contrário, todos os livros de sua compra só serão despachados assim que a pré-venda for liberada.

 

Autoria: Andrea Mara R.S. Vieira
Editora: Fino Traço Editora

ISBN: 978-85-8054-525-8
Páginas: 384
Publicação: 2022 / 1º Edição
Encadernação: Brochura

 

Sinopse

Especialistas da área do Ensino de Ciências apontam diversos caminhos para promover a motivação dos alunos quanto ao aprendizado de ciências e contribuir para uma educação científica passível de melhor compreensão, mais humanizada, inclusiva e democrática. Como solução para essa espécie de “apartheid científico” destaca-se dois caminhos: o primeiro, é que professores e alunos se dediquem a compreensão da Natureza da Ciência, inclusive, para que seja possível promover a mudança da “imagem de ciência” dominante que se apresenta como dogmática, cientificista e negacionista da ontologia; o segundo, é a defesa da história da ciência (ao lado da filosofia da ciência) como metodologia ou ferramenta pedagógica para o Ensino de Ciências e também para a compreensão da Natureza da Ciência. Compreender a Natureza da Ciência é fundamental, mas o ponto é: a história da ciência utilizada como ferramenta didático-pedagógica contempla a busca por uma adequada compreensão da Natureza da Ciência e modifica a “imagem de ciência” dominante? Conclui-se que não. As pesquisas da área de Ensino de Ciências não enfrentam discussões teórico-conceituais do campo científico da história em diálogo com a história da ciência, cujos tensionamentos são essenciais para entender o papel da história. Com isso, percorrer as veredas do campo da história provocou o deslocamento do seu uso então situado no campo pedagógico, para o campo da “epistemologia histórico-ontológica” marcada pela historicidade, na qual a história se apresenta como “constitutiva” da ciência, ou seja, é a ela imanente e não apenas adicional ou acessória. Essa análise desvelou um elevado grau de complexidade que culminou em novas aberturas tornando-se essencial o desenvolvimento de novo aparato conceitual como: “dimensão histórica da ciência”, “historicidade da ciência” e “complexo multidimensional da ciência” que possibilitaram a compreensão da Natureza da Ciência e a transformação da “imagem-concepção de ciências” com novos direcionamentos para a Educação científica. Neste percurso, demarcar conceitualmente a história surge como pressuposto para compreensão da complexidade da “dimensão histórica da ciência” e o papel da “historicidade da ciência” para a Educação científica de modo a torná-la mais inclusiva, democrática, dinâmica e humanizada, visto que mais próxima da vivência dos estudantes, inclusive, abrindo caminhos para discussões acerca de uma compreensão da ciência enquanto cultura.

Sumário

Lista de figuras
 

Lista de tabelas
 

Lista de gráficos
 

Lista de siglas e abreviaturas

 

Agradecimentos

 

Prefácio

 

Introdução

 

CAPÍTULO I

Natureza da ciência e educação científica

1.2 – A Natureza da Ciência e a Educação científica

1.3 – Inclusão da história da ciência no ensino de ciências

1.4 – Políticas públicas educacionais em ciências: global e local

1.5 – Abordagem Metodológica

 

CAPÍTULO II

Perspectivas epistemológicas da natureza da ciência

2.1 – Demarcando a Natureza da Ciência

2.2 – “O que tem sido a ciência?”

2.3 – Afinal, o que é a Natureza da Ciência?

 

CAPÍTULO III

Percorrendo veredas entre o epistemológico, o histórico e o ontológico-existencial

3.1 – Demarcação conceitual como pressuposto para a compreensão da Natureza da Ciência da perspectiva da Dimensão Histórica

3.2 – O tempo como elemento “visceral” da história

3.3 – Possibilidades para uma analítica da historicidade da ciência: ser e tempo

3.4 – A Dimensão Histórica da Ciência

 

CAPÍTULO IV

Dimensão histórica da ciência: a historicidade como questão epistemológica

4.1 – A virada epistemológica histórico-ontológica

4.2 – Desconstrução da imagem dominante de ciência

4.3 – Nova imagem-concepção de ciência: complexo multidimensional constituído pela historicidade e multiplicidade temporal

4.4 – Construção da NDC considerando o complexo multidimensional da ciência

4.5 – A integridade da ciência e a NDC

 

CAPÍTULO V

Veredas abertas: diretrizes possíveis para a educação científica

5.1 – Caminho de volta: do epistemológico para o pedagógico pela via da dimensão histórica

5.2 – Formação de professores(as) e licenciandos(as) em ciências da natureza e história

5.3 – Educação científica e a “virada do ensino de ciências”

5.4 – Existência de uma Cultura Científica

 

Considerações finais

 

Referências

R$ 80,00 R$ 64,00
até 6x de R$ 11,78
ou R$ 62,08 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: 30 dias úteis
Pague com
  • PagHiper
Selos
  • Site Seguro

Fino Traço Editora - CNPJ: 07.028.685/0001-23 © Todos os direitos reservados. 2022